Empreender um negócio de sonho, alinhado com as suas paixões, é para muitos empreendedores um caminho solitário, no qual a maioria das pessoas que nos rodeiam duvidam de nós.

A juntar a todos os desafios de recém empreendedora ainda tive que lidar com a descrença dos que me eram próximos em relação ao meu negócio. 

Estava num jantar de família, tinha iniciado o meu negócio há meia dúzia de meses, comecei a falar do que andava a fazer e o meu tio disse: “A  Ana qualquer dia anda de porta em porta a levar as pessoas para a seita”.

Para a seita?? Era assim que viam o meu negócio!

Eu querer ajudar pessoas a definirem objetivos, melhorarem a sua comunicação, a sua autoconfiança, e encontrarem as suas paixões era algo comparável a uma SEITA…

Naquele momento senti que tinha deixado de ser o orgulho da família! A primeira licenciada da família, a jornalista, agora tinha abandonado tudo para se tornar o quê? Uma Coach? Mentora?! De quê? Ninguém sequer conseguia entender ao certo o que eu fazia.

Se ao início eu ainda me dava ao trabalho de explicar detalhadamente no que consistia o meu trabalho, com o passar do tempo fui deixando de fazer isso porque senti que não valia a pena.

Sentir que estamos a viver o nosso propósito, pode parecer uma ideia maravilhosa, mas a verdade é que esta utopia está longe da realidade no que toca ao empreendedorismo, principalmente nos desafiantes primeiros tempos. 

Sinceramente, quem vende estas ideias só deve conhecer o empreendedorismo dos livros porque além de todos os desafios que o dia-a-dia de ser empreendedor nos traz, como o viver na corda bamba sem saber quanto é que vamos ganhar naquele mês, o lidar com todos os medos que atacam a nossa mente em força ainda temos de lidar com os ditos não empreendedores que são a maior parte das pessoas à nossa volta!

E foi isto que foi um dos meus maiores desafios no início. Quando tu começas a ouvir no exterior vozes que, de alguma forma, também estão presentes na tua mente, aquilo que começa a acontecer é que aquelas vozes amplificam uma série de medos que já tens dentro de ti!

E é disto que te falo neste segundo episódio do meu podcast, onde partilho como podes passar do Empreendedor Solitário ao Empreendedor Influente, mostrando-te, não só que não estás sozinho, como também, de que forma consegues ter uma tribo e alcançar a aprovação dos teus.

Aqui tens uma amostra do que tenho para ti neste episódio…

  • [1:08] A incompreensão da Família
  • [2:16] Lidar com as vozes críticas
  • [3:44] O importante é fazer as perguntas certas
  • [4:39] A preocupação da família
  • [5:18] A solidão: Uma das minhas maiores dificuldades
  • [6:16] Formações: O meu balão de oxigénio
  • [7:07] O momento em que a aprovação do exterior surgiu
  • [9:15] Esperar a aprovação é um erro!
  • [10:10] Uma das minhas estratégias: A Influência
  • [11:16] A minha mensagem para ti

Ouve o episódio 2 “Empreendedora solitária dá a volta por cima” e partilha comigo os teus comentários!

 

 

Beijinhos e abraços inspiradores ❤️

 

 

Empreendedora salta do sofá

Empreendedora salta do sofá

[spreaker type=player resource="episode_id=46248287" width="100%" height="200px" theme="light" playlist="false" playlist-continuous="false" chapters-image="true" episode-image-position="right" hide-logo="false" hide-likes="false" hide-comments="false"...