Este é um tema particularmente especial e que aguça a curiosidade, até mesmo das pessoas que afirmam que não são curiosas.

Neste momento, com o negócio que tens, sentes que estás a trocar tempo por dinheiro ou já conseguiste encontrar um estilo de negócio que te permite faturar mesmo quando não estás presente?

O teu negócio enquanto estás a ler isto, está a dar-te dinheiro? Ou só te dá dinheiro quando está presencialmente a fazer alguma coisa?

Acredito que ter muitos clientes é aquilo que qualquer pessoa que começa um negócio deseja. Qualquer empreendedor e qualquer empresário quer ter o máximo de clientes possível. Sabemos que é através dos nossos clientes que temos rendimentos e os rendimentos são a espinha dorsal do nosso negócio.

Se existe um negócio que não dá dinheiro, não é um negócio, é um hobby. O nosso negócio só passa a ser negócio a partir do momento em que nos começa a dar dinheiro.

Infelizmente, não comecei logo a ganhar dinheiro no início do meu negócio.
Quando comecei dava sessões de Coaching e aquilo que me apercebi logo no primeiro ano, era que sempre que queria aumentar os meus rendimentos, tinha de disponibilizar mais do meu tempo.

Quando criei o meu próprio negócio, finalmente sentia-me alinhada e apaixonada por aquilo que fazia… Mas não tinha rendimentos. Havia muitos, muitos, muitos meses em que o saldo era negativo.
No primeiro ano do meu negócio não tive lucro nenhum. Não tenho vergonha de partilhar isto, porque me apercebo de que muitos empreendedores passam por esta realidade no início e muitos também desistem, porque não têm uma rede de apoio.

Aquilo que percebi, mais tarde, foi que cada vez que queria aumentar os meus rendimentos… tinha que usar mais tempo. E se nos dois primeiros anos do meu negócio via isso como um mal necessário, quando fui mãe a situação deixou de ser tão bem vista como até então.

Comecei a trabalhar cada vez mais com grupos e, constantemente, cada vez mais, tinha de trocar o meu tempo por dinheiro. Este conceito fez-me pensar e refletir muito, na altura.

Já te apercebeste que na nossa vida enquanto empreendedores, ou enquanto trabalhadores por conta de outrem, sempre que pensamos assim: “Eu gostava tanto de aumentar os meus rendimentos, gostava tanto de aumentar aquilo que ganho mensalmente, ou por hora, mas para aumentar aquilo que eu ganho, tenho de trabalhar mais, logo eu tenho menos tempo”.

Nos meus primeiros tempos de empreendedora trabalhava 14 horas por dia, logo os meus rendimentos estavam limitados a essas 14 horas por dia. E era uma loucura.

Quando a minha filha nasceu eu passava os dias a dar formações, quase não tinha tempo para comer. Eram muitas horas de trabalho, porque pensava que para aumentar os meus rendimentos, tinha de trabalhar mais.

Isto começou a mexer comigo. Estava a entrar num conflito interno, porque era uma realidade que não fazia sentido para mim. Finalmente tinha encontrado o meu propósito, mas, afinal, não tinha tempo.

A verdade é esta. Estamos, constantemente, a optar por uma destas duas coisas: tempo ou dinheiro.

Qual a maneira de ter propósito, tempo e dinheiro?

Acredito que quando fazemos as perguntas certas, as respostas certas começam a aparecer. E esta pergunta não me saia da cabeça. Comecei a pensar na possibilidade de criar alguma coisa onde não fosse preciso estar fisicamente.

Pensei em alternativas, em estratégias, que me permitissem ter um negócio onde não tivesse de estar fisicamente presente com o meu cliente ou com o meu grupo de clientes a dar formação.

Senti que o online fazia sentido. Então, trouxe para o online o modelo presencial que já usava e comecei a dar online as sessões de Coaching presenciais que já dava. Deixei de estar limitada ao Algarve e comecei a chegar a pessoas de todo o mundo.

Mas queria mais. Já não queria apenas trocar as minhas sessões presenciais por sessões one to one online e sabia que isso passava por trabalhar com grupos. Mas não com grupos no presencial. Eu queria trabalhar com grupos no online.

O Milagre Online da Multiplicação de Clientes

Qual é a única forma que te permite ter um número ilimitado de clientes e onde não tens de estar fisicamente presente para partilhares os teus conhecimentos com outras pessoas?

A única forma, o único modelo de negócio que nos permite trabalhar com uma quantidade ilimitada de pessoas ao mesmo tempo, sem termos de estar fisicamente presentes é… estar no online. É a formação através do online, são os programas online, os cursos online.

Quando comecei no online aquilo que comecei por fazer foi usar o mesmo método que usava no presencial. Mas fui um bocadinho mais à frente e pensei: e se eu pudesse continuar a faturar, se eu pudesse aumentar os meus rendimentos, mesmo quando eu estou a dormir?

“A única forma de tu alcançares liberdade financeira na tua vida é conseguires fazer dinheiro mesmo quando estás a dormir.”

Quando comecei a pensar nesta estratégia dos grupos, em que em vez de a uma pessoa iria conseguir chegar a milhares de pessoas, em vez de estar fisicamente no meu escritório, poderia estar em qualquer lugar do mundo, só me faltava perceber como é que poderia fazer dinheiro mesmo a dormir. E como é que isso é possível? Fazendo cursos gravados. É esta a fórmula mágica.

Neste momento tenho mais de 500 alunos online, cada um num local diferente, a aprender com os meus cursos. Enquanto essas pessoas estão a consumir os meus cursos, esses cursos estão a faturar, porque foi um curso que eu criei uma única vez e que é multiplicado várias vezes, por várias pessoas.

Este modelo de negócio permite que eu consiga estar em qualquer lugar do mundo a dar as minhas formações e permite-me igualmente ganhar dinheiro mesmo quando estou a dormir.

Isto não é o futuro, isto é o presente. E a realidade social atual mostra-nos, precisamente, que aquilo que era até há pouco tempo uma excelente opção, tornou-se para muitos a única opção. E isto faz ainda mais sentido no momento que estamos a atravessar e a viver.

Enquanto o mundo está a viver o caos lá fora, há pessoa empreendedoras a criar negócios online de sucesso. Porquê? Porque no mundo online a vida não para. Pelo contrário. Enquanto o mundo lá fora abrandou, o online ganhou velocidade. Mais velocidade do que nunca. O online é o sítio onde temos de estar neste momento.

Todas as pessoas podem criar um curso online? Sim, podem!

Imagina que és um Coach, um consultor, um mentor, e queres chegar a um número gigante de pessoas. Imagina que és um professor, um team leader, formador, um educador, um facilitador. Imagina que és um prestador de serviços na área da produção de conteúdos, da produção de vídeo, do design. És fotografo, informático, contabilista, solicitador, estás a habituado a trabalhar no presencial e queres trazer esse teu negócio para o online, para teres esse negócio sem fronteiras.

Imagina que não tens nenhum destes serviços, mas tens uma paixão. Tens uma paixão na área do artesanato. Tens uma paixão pela dança, por cozinha, por música, animais, escrita, artes, estética, acupuntura… todas as áreas e mais algumas, desde que tenhas alguma coisa para partilhar com o mundo. É ilimitado. Até hoje ainda não conheci uma área que não dê para trazer para o online e que não dê para transformar num modelo de negócio online.

Só existe um grande requisito: sentires paixão por aquilo que fazes. A paixão é um dos requisitos que tem de ser passado, porque as pessoas vão querer trabalhar contigo quando demonstras paixão por aquilo que estás a passar.

 

No online há espaço para toda a gente, mas cada um tem de ter o seu diferencial.

Não há fronteiras para chegarmos a mais pessoas no online e não há fronteiras para levarmos os nossos sonhos mais além. Em Portugal, estamos a dar os primeiros passos no online e quem conseguir agora e fizer da forma correta, estará na linha da frente.

É possível não só para os outros. É possível para ti também. O que é que a tua vida poderia mudar com isso? Que pessoas é que tu poderias impactar? O que é que isso traria à tua vida?

Eu mudei completamente o meu estilo de vida, passei a ter mais liberdade, passei a usufruir mais da minha família, e impactei pessoas. E se fosse possível para ti também?

  • É possível trocar tempo por dinheiro
  • É possível chegar a mais pessoas
  • É possível fazer dinheiro enquanto estamos a dormir
  • É, acima de tudo, possível ensinarmos a nossa paixão

E se por uma vez na vida deixarmos que o sonho seja maior do que o medo. O que poderá acontecer?

Agora é o momento de AGIR e não de REAGIR!

Beijinhos e abraços inspiradores ❤️

O passo que te falta para chegares aos clientes da forma certa

O passo que te falta para chegares aos clientes da forma certa

Como podes chegar aos clientes que realmente te interessam?Acabou a era dos clientes ficarem rendidos aos teus pés, simplesmente porque criaste um produto fantástico, se é que alguém vez existiu uma era onde isso acontecesse. Mas a verdade é que todos nós,...

Cria um Negócio que Trabalhe para Ti

Cria um Negócio que Trabalhe para Ti

Como ter um negócio que trabalhe para ti e que não sejas tu a trabalhar para ele?O que eu fiz enquanto empreendedora e o que, inclusive, vejo muitos empreendedores a fazer é tornarem-se escravos do seu negócio. Por isso, vou partilhar contigo como é que tu podes...

Como Impactares a Tua Audiência e Venderes Mais

Como Impactares a Tua Audiência e Venderes Mais

Será que estás a utilizar o poder do storytelling?Se queres conectar com a tua audiência não há como, a melhor forma de conseguires chegar ao teu publico é através da tua história. No entanto, é extremamente importante sabermos como contar a nossa história e é...