Como podes chegar aos clientes que realmente te interessam?

Acabou a era dos clientes ficarem rendidos aos teus pés, simplesmente porque criaste um produto fantástico, se é que alguém vez existiu uma era onde isso acontecesse. Mas a verdade é que todos nós, empreendedores, sabemos que há alguns anos atrás, era muito mais fácil vender do que hoje. O mercado tem mais oferta do que nunca, a concorrência é cada vez mais e os clientes estão cada vez mais exigentes, e ainda bem!

O cliente, hoje em dia, já não consome tudo aquilo que lhe é colocado à frente, mas sim aquilo que fala diretamente às dores, problemas e necessidades que tem. Consome produtos e serviços que sejam a solução para o que procura. 

Eu apercebo-me de que muitas das vezes, os empreendedores têm tendência a criar produtos e serviços de acordo com o seu “próprio umbigo”. Ou seja, de acordo com aquilo que eles acham que as pessoas precisam sem nunca terem ouvido efetivamente o que é que as pessoas precisam.

Tu tens de saber exatamente quais é que são as necessidades da pessoa que vai comprar o teu produto ou serviço, para conseguires ter todos os argumentos de venda, para lhe colocar à frente uma oferta irresistível.

 

E como é que vais fazer isso?

Em primeiro lugar vais fazer o que muitos empreendedores não fazem. Muitos empreendedores mal criam um produto ou serviço e começam a bombardear as redes sociais e a internet com o seu fantástico produto, falando de todas as características maravilhosas que este tem. Esquecem-se, (ou não sabem) de fazer aquilo que é o mais importante – fazer um trabalho de campo e análise.

Por exemplo, um cosmético antes de ser colocado no mercado passa por uma série de testes para que, realmente, se garanta que quando vem para o consumidor final é um produto já o mais próximo possível de uma versão quase perfeita e o mesmo deveria acontecer com o teu produto ou com o teu serviço.

Para teres um produto ou serviço na versão mais perfeita possível, deves ouvir os teus clientes. Mas como é que tu podes ouvi-los?

Imagina, por exemplo, queres criar um negócio na área da Parentalidade, onde ajudas outros pais e educadores a terem melhores estratégias para poderem educar e comunicar com os seus filhos.

 

 

Então, nada melhor do que tu falares com essas pessoas e pesquisares o que existe no mercado! 

 

Para começares a fazer o teu trabalho de casa vou deixar-te algumas dicas:

 

1. Vai ao YouTube e pesquisa!

No YouTube procura vídeos sobre o tema e fica atento aos comentários que são feitos nesses vídeos. Pesquisa, também, a tua concorrência, clica no nome das pessoas que fazem esses vídeos, vê a audiência que têm, percebe se têm website, se têm redes sociais, de que forma fazem a sua promoção e que produtos/serviços têm para vender.

 

2. Adere a grupos onde estejam os teus potenciais clientes.

Pede para aderir a grupos nas redes sociais que tenham a tua persona. Por exemplo, que tenham pais e educadores interessados nos teus serviços.

 

3. Usa o teu Instagram para seguir a concorrência.

No Instagram, segue as pessoas que tenham produtos semelhantes aos que tu queres vender, para conseguires perceber através dos comentários que são feitos nos posts as necessidades que as pessoas têm.

 

4. As opiniões que a tua persona deixa online são importantes!

Vai à Amazon ou à Wook.pt e pesquisa livros sobre o tema, lê quais é que são as críticas, quais é que são os comentários. Tudo isto te dá uma panóplia de informação para que tu saibas exatamente quais é que são as principais dificuldades, dúvidas, questões que a tua persona pode ter e ajustares a tua comunicação de acordo com isso.

 

 

Por fim, outra coisa que recomendo aos meus alunos quando estão a criar o seu negócio de cursos online é fazerem aquilo que nós chamamos de “Cafézinhos Virtuais”, onde eles acabam por convidar uma série de pessoas com as caracteristicas daquela que é a sua persona. 

Por exemplo, se querem criar um curso na área da alimentação saudável, vão convidar pessoas para um café virtual que  tenham interesse nesse tipo de alimentação. Se, por exemplo, querem criar um curso para ensinar estratégias de marketing, vão convidar pessoas para um café virtual que tenham interesse nessa área e depois fazem uma série de perguntas, como “Quais é que são as suas maiores necessidades?”, “O que gostaria de ver num curso online?”, “Qual é a sua disponibilidade?”, ” Que objetivos é que gostaria de alcançar com esse curso?”, etc.

 

E, então, repara que quando tu depois colocas uma oferta à frente dessas pessoas tu já não estás a dar um tiro no escuro, tu estás a ter um tipo de comunicação e a fazer uma oferta alinhada com aquilo que são as necessidades da tua persona, e isto é fundamental.

 

Não saias para o mercado sem fazeres este trabalho de casa, porque corres o risco de sair bastante frustrado pois acreditas piamente que o teu produto está fantástico, e ele até pode ser um produto fantástico, mas se não falar diretamente às dores e às necessidades da tua persona, ninguém o vai comprar. Ninguém quer ter produtos fantásticos parados sem terem rendimento absolutamente nenhum.

 

PARA para ouvires as pessoas mais importantes …  os teus potenciais clientes!

Aplica estas estratégias e começa realmente a perceber quais é que são necessidades e objetivos dos teus potenciais clientes para lhes puderes apresentar uma oferta irresistível!

 

Partilha comigo como vais aplicar estas aprendizagens no teu negócio 👇

 

Beijinhos e abraços inspiradores ❤️

 

 

Empreender pode ser um caminho solitário

Empreender pode ser um caminho solitário

Começaste o teu negócio, continuas rodeado por família e amigos, mas sentes-te mais sozinho do que nunca?O caminho do empreendedorismo é, na maioria das vezes, um caminho solitário em que te podes questionar se realmente deves continuar Tinha iniciado o meu negócio à...

Cuidado com os saltos de fé, sem rede de segurança

Cuidado com os saltos de fé, sem rede de segurança

Descobriste a área que te apaixona e estás pronto para finalmente dares os primeiros passos no teu negócio?Antes de começares esta linda e desafiante jornada deixa-me que te dê um conselho que se me tivessem dito, na altura em que deixei o meu emprego por conta de...

A única coisa que te vai dar os resultados que sonhas

A única coisa que te vai dar os resultados que sonhas

Qual será a fórmula mágica que te vai dar todos os resultados que sonhas para o teu negócio? Antes de te falar desta única coisa, deixa-me confessar-te uma coisa sobre mim. Se havia pessoa procrastinadora era eu, eu não te vou mentir e dizer que já não sou nada disso....